A questão é: estou desempregada, de férias por tempo indeterminado. E resolvendo parar de chorar para aproveitar me perguntei se valeria ou não investir meu tempinho extra em séries da Netflix. Arrisquei e o resultado foi viciante. Principalmente porque, no inicio do primeiro semestre a Netflix veio com anúncios de novas séries originais e continuação de séries antigas que pertenceram a minha infância. Isso fez meus olhos saltarem e a curiosidade ser maior.

Então, classifiquei as séries que mais amo assistir na Netflix.

5- Marco Polo


Conheci Marco Polo na Comic Con Experience 2014. Eu não fazia ideia do tipo de série e em quê a história se baseava, apenas entrei no painel da programação e meti cara a tapa depois da exibição dos dois primeiros episódios de forma inédita no Brasil. Ainda para fechar a banca, todo o elenco principal estava presente no painel Netflix. Depois daquela noite comecei a fazer contagem regressiva para a disponibilização dos episódios e contei mais (quase) dois anos para a espera da segunda temporada, que só chegou esse mês. Foi uma agonia tremenda, porém valeu a pena.



Marco Polo é um jovem mercador que vive em Veneza, aparentemente sozinho. Seu pai Nicolau era um mercador que comerciava com o Oriente Médio, e junto de seu irmão Maffeo partiram em uma viagem para comércio antes de Marco nascer. Marco Polo (escondido), seu pai e seu tio partem para a Ásia em uma série de aventuras perigosas rumo a parte Oriental da Ásia. 


Ao chegarem, o Imperador Kublai Khan demonstra desinteresse pelos mercadores, já que o trato feito entre eles havia sido quebrado. Nicolau com medo de perder as alianças construídas decide dar o próprio filho para o Imperador em troca de seu perdão. O Imperador aceita Marco como seu sacerdote e ao invés de trata-lo da mesma forma como os outros, Khan o convoca para uma série de ensinamentos sobre a cultura oriental. 

Marco se mostra confuso nos ideogramas chineses mas de maneira promissora nas artes do Kung Fu através de seu treinador cego, e antes que seja tomado pela confiança do Imperador é posto em prova e o jogo vira a favor de Marco.


4- Fuller House

Uma das séries mais queridas e que vivia passando aos sábados no SBT, retornou e em grande estilo. Ficou impossível não assistir e é inacreditável como os episódios fluem naturalmente. Nessa série não existe a palavra "desânimo" e "monotonia", cada episódio é único e apaixonante. A melhor parte foi rever as confusões armadas entre as irmãs e o desenrolar amoroso da antiga paixão entre DJ e Steve.

Sinopse: Em Fuller House, as aventuras da família Tanner, de Três é Demais, continuam. D.J. Tanner-Fuller (Candace Cameron-Bure) perdeu recentemente o marido, e está grávida. A sua irmã mais nova, Stephanie Tanner (Jodie Sweetin) aspirante a cantora, e sua melhor amiga, mãe solteira Kimmy Gibbler (Andrea Barber) - e sua filha adolescente Ramona, todas se mudam para a casa de DJ para ajudá-la a cuidar dos dois filhos dela - o rebelde JD, de 12 anos , e o neurótico Max, de 7 anos.




3- Mako Mermaids

Quem não se lembra das Meninas Sereias (H2O)? Fazia um bom tempo que as ondas da Ilha de Mako as levaram, só que pelo que parece a Netflix resolveu traze-las de volta em um belíssimo spin-off que já dura 4 temporadas. E o melhor de tudo é que nessa nova série não vemos apenas sereias, como também os tritões, os mistérios que ainda existem na Ilha de Mako e uma nova busca pela salvação do mundo mágico subaquático a cada nova temporada.






Agora, o que essa série não permite é que nós nos apeguemos emocionalmente pelos personagens, pois a cada nova temporada o elenco é renovado. Isso também pesa para a turminha da dublagem porque, a cada temporada os dubladores mudam. Mas nada que afete os sentimentos por essa incrível série.


2- Daredevil

Que atire a primeira pedra quem nunca amou as histórias de Demolidor, o demônio de Hell's Kitchen. Suspense, ação, drama, luta e muito sangue é o que resume essa série realmente viciante.


Sinopse: Advogado durante o dia, à noite Daredevil, Matthew Murdock usa seus sentidos aguçados, adquiridos em um acidente na infância que lhe deixou cego, para combater o crime nas ruas de Hell's Kitchen, bairro onde cresceu em Nova York. Na primeira temporada conhecemos o rei do crime Wilson Fisk travando uma guerra de gangues com os russos, a procura de ascender seu poder político. E mesmo sem recursos, Murdock e seus aliados tem como objetivo expor a verdadeira identidade de Fisk e derrotá-lo. Já na segunda temporada, Murdock continua a equilibrar a vida como advogado e vigilante, enquanto cruza caminhos com Frank Castle, o Justiceiro, um vigilante com métodos muito mais mortais, assim como o retorno de sua ex-namorada – Elektra Natchios.








1- Stranger Things

Vamos falar agora de coisa séria, vamos falar sobre Stranger Things: a série que mal chegou a ser disponibilizada e já entrou no ranking de séries mais visualizadas do mundo. A Netflix deve esse sucesso basicamente por todas as referências de clássicos que foram inseridas em cada episódio além é claro, da trilha sonora que gruda rapidamente na cabeça e o elenco apaixonante que te faz vibrar no sofá.

Sinopse: Ambientada na fictícia cidade de Hawkins, Indiana, a história de Stranger Things começa no dia 6 de novembro de 1983 quando Will Byers, um garoto de 12 anos, desaparece misteriosamente sem deixar rastros. A mãe de Will, Joyce, a beira da loucura, tenta encontrá-lo a todo custo, enquanto o chefe de polícia local, Hopper, começa sua própria investigação. No dia seguinte, Mike, Dustin e Lucas, os três melhores amigos de Will encontram perdida na floresta uma misteriosa menina com habilidades paranormais que parece saber o paradeiro dele. Procurando por respostas, a polícia local, a família e os amigos do jovem Will começam suas próprias investigações, mas à medida que ficam mais perto da verdade, eles acabam mergulhando em um extraordinário mistério e descobrem que terão de enfrentar não só uma sinistra agência do governo, mas também uma força traiçoeira que planeja devorar todos eles.




Deixe um comentário